Quanta água devemos beber?

Antes de falar sobre a ingesta de líquidos, vamos lembrar que 60% do peso de uma pessoa corresponde à água corporal. Isso significa que, se de uma pessoa de 70 kg pudéssemos extrair toda a água do seu corpo, o peso dessa água seria de 42 kg; o peso restante de 28 kg é o que corresponde à massa sólida. Somos mais água que sólido.

A nossa fonte de líquido é a água e as vias por onde perdemos são, principalmente: o suor, a urina e a respiração. Também perdemos pelas fezes mas, em condições normais, em pouca quantidade (o que pode aumentar muito quando existe um quadro de gastroenterite/diarreia).

Muitas pessoas perguntam quanto de água devemos beber por dia. Alguns dizem: “doutor; eu tomo muita água; bebo 1 garrafa por dia”.

Então: qual a quantidade ideal a ser ingerida?

Não existe uma fórmula que sirva para todos. O que é muito para um, pode ser pouco para outro.

Além do fato de que cada pessoa tem ideias e conceitos diferentes sobre o significado de “muito”, a quantidade de água diária vai depender de fatores tais como peso corporal e clima.

Peso corporal: uma pessoa de 70 kg terá uma necessidade de água bem menor do que uma pessoa de 120 kg. Assim, 2 litros de água para quem pesa 70 kg, corresponde a aproximadamente 2,85% do seu peso e os mesmos 2 litros de água para quem pesa 120 kg, corresponde a 1,66% do seu peso corporal. Com isso, 2 litros podem ser pouco para o grandão e adequado para o menor.

Clima: em dias quentes transpiramos mais e eliminamos mais líquidos durante a respiração, tudo isso para manter a temperatura corporal. Todo líquido que perdemos, corresponde simplesmente à agua corporal, tanto suor como evaporação respiratória. Portanto, em dias quentes 6 litros de água podem ser poucos e em dias frios podem ser excessivos. Se a pessoa praticou caminhada de 5 km em dia ensolarado com 38˚C de temperatura ambiente, a sua transpiração pode levar à perda de água corporal muito acentuada e assim necessitar ingerir este maravilhoso líquido em grandes quantidades apenas para repor o que perdeu. Em contrapartida, em dias frios, com temperatura exterior de 5˚C, uma pessoa que permanece sem atividade física, sua perda de líquido será muito pequena e a sua necessidade de reposição também será pequena.

Feita esta confusão toda, por fim, doutor, quanto então devemos tomar de água por dia?

Uma opinião pessoal é a seguinte: quanto mais água tomarmos, mais clara sairá a urina; quanto menos água bebermos, mais amarela sairá a urina, muitas vezes adquirindo coloração escura. Isto é um fenômeno natural, porque a coloração da urina varia de acordo com o volume de água ingerido. Recomendo assim, que cada pessoa beba a quantidade necessária de água para deixar a sua urina mais clara (“cor de água”), encerrando esta orientação que tem apenas o intuito de ajudar cada um a se entender com este líquido natural que tanta falta nos faz.

Ah…e para que ninguém tenha dúvidas, todos os líquidos tem água na sua composição, portanto, todos os líquidos nos ajudam a hidratar o corpo, sejam eles água pura, chimarrão, sucos de frutas, refrigerantes, cervejas, pinga…ops!.

Volta! Volta!

Não, assim não: refrigerantes tem açúcar, portanto engordam e não servem para uma hidratação saudável. Cervejas e pingas são bebidas alcoólicas, e dispensam comentários.

Beba água em grande quantidade e sucos naturais sem abusar (porque as frutas também tem calorias e em excesso também engordam) e assim terá uma vida saudável.

Dr. Faisal Augusto Alderete Esgaib
Dr. Faisal Augusto Alderete Esgaib

Dr. Faisal, médico formado pela Universidade Federal do Paraná (UFPr)– Curitiba, no ano de 1992, com registro no Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul, CRM 3446

Outros Artigos

Curiosidades

A formação em Urologia envolve muito estudo. Além dos seis anos

Cistite

Cistite significa um processo inflamatório na bexiga. Na grande maioria dos